Total de visualizações de página

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

As vezes, perfeitos estranhos se tornam melhores amigos



        
Hoje assiste a um filme meio que por acaso, que inicialmente era só uma animação qualquer, mas o seu enredo aos poucos foram me surpreendendo, estou falando de Mary e Max: uma amizade diferente. O enredo é de uma sensibilidade impar, nos põe em cheque velhos paradigmas. Temas como: amizade, autismo, drogas, suicídio,bullying, ate mesmo o amor são tratados na visão de dois personagens de países distintos e realidades e idades bem diferentes, porem algo em comum lhe atraem, o elo da amizade.
      Diante esse filme senti meus sentimentos se misturarem e girarem como se eles estivessem num liquidificador. Senti algo engasgado aqui, queria falar algo só não sei como e nem o que era. Talvez seja esse sentimento de esperança em saber que há algo sim maior que a Grande Maquina $$, o nome disso talvez seja o verdadeiro amor, é isso que move, que modifica as pessoas, que gera a compreensão e a  satisfação das almas vazias.  


A.Silveira
19/11/10 01h30

Um comentário:

  1. às vezes compreensão é tudo o que se precisa na vida!

    ResponderExcluir